DICA – Enquadramento do projeto Ideias com Mérito 2015-17

 

O Projeto DICA (Dominar a Informação Certa com Astúcia), da iniciativa da BECRE-AEPM, foi aprovado pelo Conselho Pedagógico, na sua reunião de 25 de junho de 2015, considerando que «constitui uma resposta promissora ao problema, frequentemente referido, de que muitos alunos, na elaboração dos seus trabalhos, se limitam a copiar e colar conteúdos da Internet, evidenciando falta de sentido crítico quanto à qualidade e à quantidade das fontes de informação que usam; sendo o desenvolvimento destas competências moroso, torna-se muito difícil à maioria dos docentes fazê-lo de forma estruturada e sistemática nas suas aulas, pelo que este projeto, em articulação com os seus professores dinamizadores, vai facilitar muito essa tarefa. Por outro lado, vai também permitir introduzir novas formas de leitura extensiva nas aulas de Português, nomeadamente através da utilização de obras da Educação Literária em formato digital.» Continuar a ler

Literacia digital 2.1

https://becreaepmos.wordpress.com/category/formacao-em-literacia-digital/unidades-tematicas/
(Clicar na imagem para aceder às Unidades Temáticas)


“As bibliotecas (…) fomentam o treino e a formação para as literacias digitais, dos média e da informação, preparando os alunos para a pesquisa, uso, produção e comunicação da informação e para a participação segura e informada nas redes sociais.”

In Programa Rede de Bibliotecas Escolares. Quadro estratégico: 2014-2020. Lisboa: RBE, 2013.

 

No ano letivo 2015/2016, a Biblioteca Escolar iniciou o projeto Literacia Digital destinado às turmas de 5º ano do Agrupamento. O projeto pretendia dotar os alunos de conhecimentos e competências, no âmbito da literacia da informação e do uso seguro da Internet e das redes sociais, através de 18 sessões anuais, por turma, lecionadas nos tempos letivos da componente de Apoio ao Estudo ou de Formação Integral do Aluno (FIA).
A necessidade deste projeto decorreu da observação, pelo pessoal docente e não docente das bibliotecas, dos comportamentos dos alunos nos espaços das bibliotecas escolares, nomeadamente no uso da Internet e das redes sociais, bem como da avaliação dos seus conhecimentos recolhida no âmbito da autoavaliação regular das bibliotecas escolares. Por outro lado, o currículo do 2º Ciclo não dava então resposta às necessidades dos alunos nestas áreas dado que as competências no âmbito das literacias da informação e dos média eram transversais e, como tal, nem sempre eram abordadas nas várias disciplinas, quer por opção dos professores, quer pela falta de tempo devido à extensão dos programas respetivos.
Com a publicação do decreto-lei 55/2018, foi introduzida a disciplina de Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) no 2º Ciclo e, em simultâneo, registou-se uma redução da carga horária da componente de Apoio ao Estudo na qual decorriam a maioria das sessões do projeto Literacia Digital.
Assim, o projeto Literacia Digital foi reestruturado, desenvolvendo-se como se apresenta mais abaixo.

ORGANIZAÇÃO DAS SESSÕES

– As sessões decorrem nos tempos letivos de Apoio ao Estudo e / ou de Formação Integral do Aluno (ou equivalente); podem ainda ocorrer nos tempos letivos da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento caso a respetiva planificação inclua a temática dos média.
– O calendário anual das sessões é elaborado pelo professor bibliotecário de cada escola em coordenação com os docentes das disciplinas envolvidas.
– Os conteúdos das sessões sobre segurança na Internet e nas redes socias podem variar de acordo com a planificação das turmas na disciplina de TIC.
– Caso o tempo não permita a concretização de todas as sessões no 5º ano, alguns conteúdos podem transitar para o 6º ano.

PLANEAMENTO DAS SESSÕES

SESSÕES 1 e 2
Temas / Conteúdos: Os espaços, os recursos e a organização da biblioteca escolar. Pesquisa e localização autónoma de documentos no espaço da biblioteca escolar.
Metas / Competências: reconhecer e identificar a diversidade dos recursos da biblioteca escolar; utilizar correctamente técnicas de pesquisa no catálogo eletrónico da biblioteca escolar; selecionar os documentos mais adequados às tarefas de aprendizagem das diversas disciplinas; localizar com eficácia documentos no espaço da biblioteca escolar.

SESSÕES 3 e 4
Temas / Conteúdos:
Pesquisa avançada de fontes de informação na Internet (demonstração e prática).
Metas / Competências:
localizar fontes de informação na Internet adequadas às suas necessidades pessoais e escolares; refletir e definir as palavras-chave para a pesquisa; conhecer e utilizar técnicas avançadas de pesquisa (pesquisa com operadores, com expressões e outras).

SESSÃO 5
Temas / Conteúdos:
Avaliação de fontes de informação em linha.
Metas / Competências: Avaliar a pertinência e fiabilidade da informação em páginas da Internet.

SESSÕES 6 e 7
Temas / Conteúdos:
Como fazer citações e referências bibliográficas (de fontes impressas e de fontes em linha)
Metas / Competências: distinguir entre frases transcritas, modificadas e parafraseadas; citar e referenciar as fontes de informação utilizadas existentes em documentos impressos ou em documentos digitais disponíveis na Internet.

SESSÕES 8 e 9 (a coordenar com a disciplina de TIC)
Temas / Conteúdos:
Preservar a identidade e privacidade em linha (cuidados e procedimentos).
Metas / Competências: conhecer regras de segurança a implementar na utilização das redes sociais; refletir sobre a identidade e a sua preservação em linha; avaliar os perigos da partilha de conteúdos; conhecer algumas opções de configurações de contas (Google, Facebook, Instagram ou outras);

SESSÃO 10 (a coordenar com a disciplina de TIC)
Temas / Conteúdos:
O cyberbullying.
Metas / Competências: reagir positivamente às situações de cyberbullying

OUTRAS SESSÕES (quando pertinente)
Temas / Conteúdos: Como estruturar um trabalho escrito.
Metas / Competências: Organizar de forma eficaz a informação de um trabalho escrito

«Quero uma mãozinha» – o que é?

Quero uma mãozinha (logótipo)

Serviço de apoio à literacia da informação e dos «media» na prática letiva

O apoio aos membros das comunidades escolares que servem é um dos principais objetivos das bibliotecas escolares (BE). Tal pode realizar-se de múltiplas formas, sempre tendo em conta as necessidades específicas dos diferentes membros da comunidade, quer no espaço físico das bibliotecas, quer fora dele.

No espaço das bibliotecas, esse apoio reveste-se frequentemente de ajuda direta aos alunos na realização de tarefas diversas. De modo a identificar facilmente os alunos que necessitam de ajuda, criou-se, no ano letivo de 2016/2017, a “mãozinha”, que os alunos podem levar para os seus lugares, de modo a que o seu pedido de ajuda seja bem visível para o pessoal em serviço no espaço da BE.

Com os projetos “Literacia Digital” e “DICA – Dominar a Informação Certa com Astúcia”, a BE iniciou também experiências de apoio à operacionalização dos currículos, nomeadamente no âmbito das competências transversais, como a literacia da informação e dos media, especialmente da Internet.

A partir do ano letivo de 2017/2018, a BE alargou a experiência adquirida a toda a comunidade escolar, apresentando um conjunto de sessões de formação que os docentes podem requisitar, caso detetem nas suas turmas lacunas nas áreas referidas. Propõem-se também outras modalidades de apoio aos docentes, sob a forma de coadjuvação, quer para a concretização de trabalhos no âmbito do circuito da informação*, quer para a operacionalização de novas estratégias de aprendizagem recorrendo a algumas dos milhares de aplicações existentes na plataforma Android. A biblioteca escolar pretende assim “dar uma mãozinha” aos docentes na concretização do currículo.

«Quero uma mãozinha»: modalidades de apoio

LITERACIA DA INFORMAÇÃO

Sessões de formação para as turmas sobre as seguintes temáticas:
– Pesquisa e localização de fontes de informação na biblioteca (60 min.).
[Para alunos que não frequentaram o 2.º e 3.º CEB no Agrupamento]
– Pesquisa avançada de fontes de informação na Internet (90 min.).
– Avaliação de fontes de informação na Internet (45 a 60 min.).
– Citações e referências bibliográficas de fontes de informação impressas e digitais (90 + 45 min.).
– Estruturação e elaboração de trabalhos escolares (60 min.).

Elaboração de trabalhos específicos das disciplinas, em contexto letivo, com apoio material e / ou humano da BECRE.*

LITERACIA DOS MEDIA E DA INTERNET

Sessões de formação para as turmas sobre as seguintes temáticas:
– Segurança nos dispositivos móveis (60 min.).
– Direitos e deveres na Internet (30 min.).
– Preservar a identidade e a privacidade em linha (45 + 45 min.).
– Preservar os direitos de autor (45 min.).
– O Cyberbullying (45 a 60 min.).

UTILIZAÇÃO DE APLICAÇÕES ANDROID

Utilização de aplicações Android específicas das disciplinas, na sala
de aula, com os tablets e o apoio do professor bibliotecário.*
– Utilização de aplicações Android específicas das disciplinas, na sala
de aula, com os tablets, mas sem o apoio do professor bibliotecário (reservado a situações específicas a definir com o professor bibliotecário).*

Utilização de aplicações de leitura digital, na sala de aula, com os
tablets e o apoio do professor bibliotecário (ou sem, em situações específicas a definir com o professor bibliotecário).*

Formação para a utilização de ebooks e de aplicações de leitura digital (45 min.).*

 

Destinatários:
Docentes e turmas da ESPM e da ESMA.
Os conteúdos assinalados com * estão também disponíveis na EB2MOP, limitados à disponibilidade de horário do professor bibliotecário.

Recursos:
– Tablets de 10’ na sala de aula.
– Computadores das bibliotecas.
– Professores bibliotecários e outros recursos humanos a definir.

Contactos e reservas:
E-mail: becreaepmos@gmail.com
Balcões de atendimento das bibliotecas.
Contacto pessoal com os professores bibliotecários

BECRE desafia famílias a celebrar o seu dia internacional com atividades de leitura

No próximo dia 15 de maio (sexta-feira), celebra-se o Dia Internacional da Família.
Neste período de confinamento forçado, sendo desaconselhadas as iniciativas de grupo ao ar livre, a Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas de Porto de Mós (BECRE) desafia as famílias dos alunos a celebrar esta efeméride realizando uma atividade de leitura colaborativa.
Assim, propomos que selecionem uma história do vosso agrado e que a recontem com alegria e criatividade.
Poderão usar os livros que têm disponíveis em casa ou escolher um nos repositórios com livros digitais, vídeos e gravações áudio de acesso livre, disponíveis na página da BECRE, (ver aqui: http://lermos.net/?cat=69)
Façam-nos depois chegar a gravação da atividade em formato áudio ou vídeo, até ao final do mês de maio, através do email becre@aepmos.pt, autorizando a sua divulgação pública.
Os trabalhos serão publicados nas páginas da BECRE (portal lermos.net, Facebook e Instagram), de modo a partilhar experiências e a promover uma imagem positiva do ato de ler, bem como a importância da família na educação infantil, e a reforçar a mensagem de união, amor, respeito e compreensão necessárias para o bom relacionamento de todos os elementos que compõem o agregado familiar.