Dinis Vicente, do Centro Escolar de Porto de Mós, vence concurso concelhio de leitura

Este slideshow necessita de JavaScript.

[Fotos de Teresa Parracho]

O aluno Dinis Vicente, da turma 9 do Centro Escolar de Porto de Mós, foi o
vencedor do I Concurso Concelhio de Leitura de Porto de Mós. Em segundo, ficou Martim Matos, da EB1 de Alqueidão da Serra e, em terceiro, Letícia Costa, da EB1 do Arrimal. O primeiro teve como prémio um tablet e os restantes, pacotes de livros. Os outros três finalistas receberam também livros.
Concorreram 17 alunos do Agrupamento de Escolas de Porto de Mós e uma aluna do
Instituto Educativo do Juncal. Todos receberam certificados de participação.
O concurso foi constituído por três provas: uma primeira eliminatória escrita, sobre a obra a concurso – «Rafa nas grutas», de Rui Matos – e duas provas de palco, de argumentação e de leitura de excertos da obra, para os seis finalistas.
O júri foi composto por Jorge Vala, presidente da Câmara Municipal de Porto de Mós, Rui Matos, autor da obra a concurso, Graça Barão, coordenadora interconcelhia das bibliotecas escolares / RBE, Margarida Vieira, diretora da Biblioteca Municipal de Porto de Mós e Isabel Jorge, professora bibliotecária do Agrupamento de Escolas de Porto de Mós. A apresentação e «régie» técnica estiveram a cargo dos professores bibliotecários Carlos Alberto Silva e Carlos Oliveira.
A organização foi da responsabilidade da Câmara Municipal de Porto de Mós e da Biblioteca Escolar / Centro de Recursos Educativos do Agrupamento de Escolas de Porto de Mós, em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares.

Concurso Nacional de Leitura 2018: apurados os representantes do Agrupamento

Este slideshow necessita de JavaScript.

Realizaram-se, na última semana do mês de fevereiro, as provas do primeiro momento do Concurso Nacional de Leitura 2018. Organizadas pela Biblioteca Escolar, as provas permitiram apurar, entre os cerca de 180 alunos participantes, os melhores de cada ciclo de ensino que irão representar o Agrupamento na fase intermunicipal deste concurso. Os alunos apurados foram os seguintes:
1º Ciclo: Tiago Monteiro (EB1 de Calvaria de Cima);
2º Ciclo: Nuno Cordeiro (EB2 Manuel de Oliveira Perpétua);
3º Ciclo: Beatriz Marques (Escola Secundária de Porto de Mós);
Secundário: Alexandre Jorge (Escola Secundária de Porto de Mós). Continuar a ler

Miguel Torga: «Num voo… entre urzes e palavras»

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

No mês de janeiro, a Biblioteca Escolar apresentou a exposição «Num voo… entre urzes e palavras». Inspirada na obra Bichos, de Miguel Torga, cujo falecimento se recordou a 17 de janeiro, a exposição articulou esta temática com a do tema agregador das atividades do Agrupamento neste ano letivo: «À descoberta do concelho». Nesse sentido, relacionou-se o conto «Ladino», retirado da obra bichos, com as espécies de pássaros recenseadas no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

O conto «Ladino» foi apresentado num livro gigante, criado para o efeito, que também foi aproveitado por algumas turmas do 7º ano para a sua leitura, no âmbito da disciplina de Português. Foram também disponibilizadas versões miniaturas livro à comunidade escolar.

Mais tarde, esta temática foi retomada pelas turmas 7ºC e 7ºE para a sua participação no desfile de Carnaval da vila de Porto de Mós, que ocorreu no dia 9 de fevereiro, em representação da Escola Secundária de Porto de Mós.

Fase de escola do Concurso Nacional de Leitura com datas marcadas

Estão já marcadas as datas para a realização da fase de escola do 12º Concurso Nacional de Leitura, no Agrupamento de Escolas de Porto de Mós.
Assim, as inscrições estão abertas até ao dia 31 de janeiro, nas bibliotecas escolares ou junto dos professores bibliotecários, no caso do 1º CEB.
As provas decorrerão entre os dias 15 e 22 de fevereiro, conforme calendário específico a afixar em cada escola do Agrupamento.
As provas de seleção serão constituídas por um questionário escrito composto por questões de escolha múltipla ou de verdadeiro / falso.
A seriação dos concorrentes será efetuada com base nos seguintes critérios:
1. Maior número de respostas corretas.
2. Tempo utilizado pelos concorrentes para a realização da prova.
Caso ainda resulte empate depois de esgotados os dois critérios anteriores, o júri realizará uma prova extra exclusiva para os concorrentes empatados.
As obras a concurso são: Continuar a ler

ESPM: Top Livro e Top Leitores – 1º Período 2017/18

Findo o 1º período, divulgamos o Top Livro e o Top Leitores da Escola Secundária de Porto de Mós.
O Top Livro inclui os títulos dos livros de ficção mais requisitados para empréstimo domiciliário.
O Top Leitores regista os alunos com maior número de requisições domiciliárias, também na área da ficção.
Aos melhores leitores será oportunamente entregue um prémio pela equipa da BECRE. Para eles, e os outros, os nossos parabéns.

Top Livro

1 – A lua de Joana / Mª Teresa Maia Gonzalez
2 – Os da minha rua / Ondjaki
3 – Capitães da areia / Jorge Amado
3 – Contos fantásticos / Edgar Allan Poe
3 – O ano da morte de Ricardo Reis / José Saramago
3 – O diário de Anne Frank / Anne Frank Continuar a ler

ESMA: Top Livro e Top Leitores – 1º Período 2017/18

Findo o 1º período, divulgamos o Top Livro e o Top Leitores da Escola Secundária de Mira de Aire.
O Top Livro inclui os títulos dos livros de ficção mais requisitados para empréstimo domiciliário.
O Top Leitores regista os alunos com maior número de requisições domiciliárias, também na área da ficção.
Aos melhores leitores será oportunamente entregue um prémio pela equipa da BECRE. Para eles, e os outros, os nossos parabéns.

Top Livro

1 – A lua de Joana / Mª Teresa Maia Gonzalez
1 – O diário de um banana 1 / Jeff Kinney
3 – O bando das cavernas / Nuno Caravela
3 – Os segredos da irmã mais velha / Margarida F. Santos, Mª João L. Carvalho
3 – Se isto é um homem / Primo Levi

Continuar a ler

«O Mundo dos Livros»

Este slideshow necessita de JavaScript.

Alexandre O’Neill, Florbela Espanca, Luísa Ducla Soares, Pablo Neruda, entre muitos outros, emprestaram os seus versos à iniciativa “O Mundo dos Livros”, destinada a estimular a leitura dos alunos das turmas de 7.º ano do Agrupamento de Escolas de Porto de Mós.

Declamados por alunos das turmas 8.º A, 8.º C. 8.ºE e 9.º B, na Escola Secundária de Porto de Mós, e da turma 9ºB, na Escola Secundária de Mira de Aire, as palavras dos poetas possibilitaram u

ma viagem por vários mundos proporcionados pela leitura, da poesia ao terror, passando pela fantasia, a aventura, a ficção científica, a banda desenhada, ou ainda, pelo romance policial, o teatro e, claro, o mundo da adolescência.

Feita a apresentação do(s) mundo(s) dos livros, os alunos mais velhos prosseguiram, incitando os seus colegas mais novos a escolher livros, de acordo com os seus gostos pessoais, para levarem para casa e poderem ler, sem constrangimentos, sem outras obrigações, senão… desfrutar do prazer de ler.

O Mundo dos Livros” foi uma atividade organizada pela Biblioteca Escolar, em colaboração com os docentes de Português, no âmbito do projeto do Agrupamento “Ler mais, aprender melhor” destinado a aumentar os índices de leitura dos alunos e que contempla, para o efeito, uma hora semanal no horário das turmas do 7.º ano de escolaridade.

Concurso Nacional de Leitura alargado aos 1º e 2º Ciclos


A edição deste ano lectivo do Concurso Nacional de Leitura, até agora só para o 3º Ciclo e o Secundário, foi alargado ao 1º e 2º Ciclos. Estruturado em quatro etapas, terá a sessão final no dia 10 de Junho de 2018.
A primeira etapa será organizada por cada Agrupamento ou escola não agrupada, devendo apurar-se um aluno de cada nível de ensino (ou dois, no caso de haver apenas um Agrupamento no concelho respectivo). A segunda etapa, a realizar quando houver mais de um Agrupamento no mesmo concelho, tem âmbito concelhio e nela se apurarão dois alunos por nível de ensino. A terceira etapa tem carácter regional (intermunicipal) e nela se apurará um aluno por nível de ensino.
A final nacional consiste na realização de provas públicas de palco em que participarão cinco concorrentes por nível de ensino, vencedores de uma prova de pré-selecção de todos os apurados na etapa anterior.
Todos os participantes em cada etapa receberão certificados de participação e os vencedores de cada uma receberão prémios, a definir oportunamente.
Os três primeiros classificados da Final em cada um dos níveis de ensino receberão prémios a atribuir pelo PNL 2027.
Brevemente, serão divulgadas mais informações, como as obras a ler e as provas a realizar na primeira etapa, no Agrupamento de Escolas de Porto de Mós.

«Lagarto pintado, quem te pintou? Foi Saramago que por aqui passou.»

Este slideshow necessita de JavaScript.

No dia 16 de novembro, assinalando o nonagésimo quinto aniversário do nascimento de José Saramago, a Biblioteca Escolar relembrou este escritor através do texto «O lagarto». Assim, um lagarto tridimensional andou pelo recinto da Escola Secundária de Porto de Mós, acompanhado simbolicamente pelo seu criador, que se multiplicou para distribuir à comunidade escolar o texto escrito em 1973.

Este evento foi acompanhado de uma exposição com ilustrações em xilogravura do artista brasileiro J. Borges, cedidas pela Fundação José Saramago, e articulou-se com a leitura do texto nas aulas «Ler+», um tempo semanal dedicado à leitura em todas as turmas do 7º ano, no âmbito do projeto «Ler mais, aprender melhor» incluído no plano estratégico do Agrupamento para o sucesso escolar.

Encontro com a bióloga e escritora Sofia Quaresma

 

As bibliotecas das escolas básicas de São Jorge e Fonte do Oleiro vão receber, no dia 29 de novembro, a visita da bióloga e escritora Sofia Quaresma, a propósito do seu último livro, intitulado «Tomé, o gaio semeador».
A autora é bióloga e mestre em Biologia da Conservação. Desempenha funções numa autarquia da região, onde realiza atividades de sensibilização ambiental e de divulgação científica. É formadora e sócia de várias organizações e ONG de defesa ambiental e marinha.
A obra tem como personagem uma ave bem conhecida das nossas florestas, o gaio. Os gaios alimentam-se de bolotas, fazendo a sua recolha e armazenamento, enterrando-as no chão. Como muitas das bolotas enterradas não são comidas, acabam por germinar e o gaio torna-se assim um “semeador” involuntário.
Inserido num projecto da Delegação Regional Norte da Ordem dos Biólogos e com patrocínio do programa ENEA 2020 e do Fundo Ambiental, o livro foi apresentado pela primeira vez no passado dia 25 de novembro, sábado, na Biblioteca Municipal de Alcobaça.